Desde a estreia em 2011, Colisão de Tronos tem sido um sucesso comercial e de crítica, levando a uma maior popularização da fantasia épica na televisão. Contudo, o impacto dessa série vai muito além de sua capacidade de entreter o público, chegando a transformar a indústria televisiva como um todo.

A principal inovação que Colisão de Tronos trouxe foi a produção de conteúdo original para a televisão. Antes disso, a maioria das séries eram adaptações de livros, quadrinhos ou filmes. Com a produção deste conteúdo completamente original e complexo, a série aumentou a expectativa do público e elevou o padrão de qualidade no gênero da fantasia.

Além disso, o surgimento de plataformas de streaming, como a Netflix e a Amazon Prime, abriu uma nova possibilidade para os produtores de conteúdo televisivo. Agora, não era apenas a televisão a principal fonte de entretenimento, mas plataformas de streaming, que permitiam assistir séries quando e onde quisesse.

A competição entre as empresas de streaming só cresceu e com isso, a produção de conteúdo original também aumentou. Séries como Stranger Things, Orange is the New Black, e The Handmaid's Tale são exemplos de produções originais que cresceram em popularidade graças aos serviços de streaming.

Com tanta opção, a televisão tradicional tentou se reinventar, produzindo mais conteúdo próprio e expandindo para novos gêneros. No entanto, enquanto a televisão tradicional ainda mantém sua audiência, a tendência é que mais pessoas optem pelos serviços de streaming.

Em suma, a produção de Colisão de Tronos contribuiu para uma disrupção completa da indústria televisiva, transformando a produção de conteúdo original e a maneira como o consumo de televisão é realizado. Com tanta competição, a única certeza que temos é de que esta mudança irá continuar.